Policiais Civis (CE) criminalizam a pobreza

Urgente – Policiais Civis usam de violência tentando expulsar comunidade em Fortaleza

Por racismoambiental, 20/08/2012 17:36

O Escritório Frei Tito e o Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos do Ceará estão encaminhando denúncia à Secretária de Justiça Mariana Logo, presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, para que impeça o despejo forçado e os atos de violência contra a comunidade de Serviluz, em Fortaleza.

Desde sexta-feira, cerca de 30 policiais civis tentam realizar um despejo forçado da comunidade. Segundo relato que chegou ao Escritório Frei Tito, nesse período já foram feitas três intervenções, todas violentas. Mas na última, realizada esta manhã, houve tiros e derrubada dos barracos. Algumas pessoas foram feridas e levadas ao hospital (inclusive algumas crianças). Além disso, houve também a participação da polícia militar, que chegou a levar preso um dos organizadores da ocupação, que já foi solto.

Há 80 famílias no local, e teria havido uma proposta de um dos supostos proprietários, Vladimir Farias (há mais duas pessoas assumindo a propriedade do terreno), de que, se permanecessem apenas cinco pessoas na ocupação, a quantidade de “capangas” seria reduzida. No momento as coisas estão calmas, mas a comunidade está amedrontrada com a possibilidade de mais uma intervenção, pois os policiais civis ainda estão lá.

Informações enviadas por Rodrigo de Medeiros Silva.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s