Autoridade Pública Olímpica será ligada ao Ministério do Esporte

18 DE NOVEMBRO DE 2011 – 10H22

Autoridade Pública Olímpica será ligada ao Ministério do Esporte

A presidente da República, Dilma Rousseff, determinou que a Autoridade Pública Olímpica (APO), responsável por coordenar a preparação dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, passe a ser vinculada ao Ministério do Esporte, e não mais ao Ministério do Planejamento.

A transferência foi informada pelo ministro Aldo Rebelo. Segundo ele, o órgão passou pela fase de estruturação, entra no processo de “execução das tarefas e seria mais natural que esse vínculo, de fato, viesse ao Ministério do Esporte”, por já coordenar as ações para a Copa do Mundo de Futebol de 2014.

Para o ano que vem, o orçamento da Autoridade Olímpica é de R$ 80 milhões, sem incluir os gastos com pagamento de pessoal. Segundo o presidente da APO, Márcio Fortes, até o momento, apenas 15 funcionários foram nomeados, de um total de 181 permitidos pela lei que criou a Autoridade Olímpica. A sede, no Rio de Janeiro, é provisória e o escritório em Brasília também está instalado provisoriamente no Centro Cultural Banco do Brasil.

Aldo Rebelo disse ainda que a troca do vínculo da APO é natural, pois a autoridade terá agora um trabalho mais “ligado ao esporte”. O ministro foi comunicado da mudança de comando na semana passada, mas decidiu anunciá-la depois de se reunir com Márcio Fortes. “Somos um canal para fazer que as coisas aconteçam. Não substituímos ninguém. Temos que coordenar e entregar”, diz o presidente do órgão criado em 21 de março. Ex-ministro das Cidades, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Fortes foi indicado em junho para comandar a APO.

Fortes também anunciou nesta quinta-feira (17) que o orçamento e a lista de projetos aprovados para os Jogos no Brasil vão ser divulgados até março de 2012. Ele disse que as obras incluídas no Regime Diferenciado de Contratação (RDC) da Olimpíada de 2016 devem ser publicadas no mesmo período. Para isso, será preciso ainda avaliar quais obras serão construídas especificamente para a Olimpíada, ou seja, a “aderência” do projeto ao evento. “Ainda não apresentamos [a lista] porque há obras individuais do Estado e da prefeitura e ainda temos que definir as atribuições de cada um na execução”, disse.

Fonte: Valor Econômico

viaAutoridade Pública Olímpica será ligada ao Ministério do Esporte – Portal Vermelho.

Anúncios
Esse post foi publicado em Olimpíadas 2016. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s